Hoje

Acordei com lágrimas insistindo em correr pra fora. Acordei sem vontade de deixar o cobertor pra trás, era como tirar a mínima segurança que me suportava.

Hoje eu não quis acordar, não quis morrer, só não queria sair de casa e enfrentar todas as pedras. Era só ficar deitada, respirar e deixar as teimosas lágrimas saírem um pouco: esvaziar a mente.

Eu só queria que hoje o dia corresse sem hora, nada de pressa.

Que eu pudesse ouvir pássaros.

Só queria sentir a segurança de que viveria e não apenas existiria.

Anúncios

2 comentários sobre “Hoje

  1. Gostei do tom poético para o qual está enveredando… mas confesso que senti falta da duplicação que você geralmente faz nos textos, transportando características do personagem para a história e vice-versa. Esse eu senti estático, nesse aspecto, mas pode ser a melancolia hehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s