Deixei meu quarto todo escuro. Nenhuma fresta de luz vinha do mundo externo, nem os números do rádio relógio brilhavam mais. O escuro servia para esconder meu medo de mim.

A angustia ficou espremida pela escuridão. Tão apertada que o desespero vazava em lágrimas. Tudo escuro para esconder-me do meu eu.

O problema era que o escuro despertava o verdadeiro medo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s