Se cada dia caí – Pablo Neruda

Neruda vem nos encantar essa noite de sábado. Se cada dia caí, tem pra mim um gostinho diferente, me faz refletir um pouco sobre essa louca vida que vivemos, principalmente em grandes cidades. Me mostra o sufoco de dias perdidos, trancafiados.

Como costumeiro, Neruda soa encantador e de uma sonoridade única.

Se cada dia caí.

Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.

há que sentar-se na beira
do poço da sombra
e pescar luz caída
com paciência

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s