Minha biblioteca pessoal

O post de hoje é um pouco egocêntrico, confesso. Mas sei lá, deu vontade de fazer.

Quando era novinha eu tinha alguns livros, a maioria era solicitação de leitura da escola. Na época assistia a programas como Castelo RA TIM BUM e ficava encantada com as bibliotecas. Mas não me lembro de ser um desejo pessoal ter uma (apesar de guardar carinhosamente os livros, tenho alguns até hoje).

Pois bem, na adolescência comecei a ler mais livros do que os solicitados na grade escolar, foi aí que apareceram os sebos em minha vida. Comecei a guardar o que lia (quando dava, quando não trocava). Ganhei também alguns livros da minha mãe. Foi aí que tudo começou.

Na época não tinha dinheiro pra comprar todos os livros que queria, usava e abusada da biblioteca da escola, mas sempre sentia falta do meu livro. Materialista como sou (e até um pouco além disso, eu leio no meu tempo e preferia ter os meus livros pra isso também), queria guardar todos em um potinho e andar com eles na bolsa.

O tempo foi passando, a faculdade me exigiu a lida de muitos livros técnicos, comecei a estagiar e podia comprar alguns livros… Fui me tornando adulta, tendo meu próprio dinheiro (pra livros e prateleiras) e eis que finalmente consegui iniciar uma biblioteca particular. Queria compartilhar um pouco dela com vocês.

Quando era solteira tive a honra de ter um quarto só meu, lá consegui iniciar uma prateleira bacanuda. Hoje estou casada, morando em outra casa (ainda alugada, então não consigo fazer muita coisa), e a maior parte de toda minha coleção está na casa da minha mãe, no meu antigo quarto (aguardando um lugar novo na nossa futura casa), e uma pequena parcela está comigo (devido a problemas técnicos, trouxe apenas meus DVD’s e CD’s).

mangasMinhas coleções começaram efetivamente com mangás (e alguns poucos quadrinhos). Passei boa parte da minha adolescência mergulhada na cultura japonesa. Mangá também era mais barato que livro. No fim completei apenas duas coleções, mas tenho edições raras (nem imaginava isso na época).

Hoje minha prateleira está assim, com minhas humildes coleções e uma variedade de bonequinhos e pelúcias que estão expostos (tem diversos outros em caixas ainda, aguardando um lugar ao Sol).

prateleira-livrosJá minha prateleira de livros está hoje mais completa e organizada. Tento separar os livros (nem sempre dá, já que a prateleira ficou pequena) em categorias e autor. Tem desde Tolkien até Nietzsche, passando por literatura estrangeira, nacional, técnicos de comunicação, técnicos de literatura, linguística, filosofia, quadrinhos e dicionários.

Essa prateleira é meu orgulho. Cuido dela melhor do que da minha saúde!

Como nesse momento não moro com meus livros (me aguardem bebês, estou indo buscar vocês!), tenho uma mesinha na minha casa, com alguns dos livros que ou estou usando pra estudo, ou lendo, ou na fila pra ler.

mesinha-livros

É basicamente uma mesinha de trabalho (ainda provisória, já que estamos em uma casa provisória), e além de livros tem aí muito lápis de cor (do Adriano), meu Koboo e Tablet, além do computador. Tem também coisinhas de escritório. Mas é aí que carinhosamente guardo meus livros “do momento”. É aí que estão também os livros que tenho publicação.

Sinto muito orgulho de cada livrinho que tem aí (pode parecer babelá, mas não é). O mais legal nisso é que você vê que as pessoas à sua volta também sentem orgulho. Livros são, afinal de contas, status.

Espero daqui uns poucos anos poder fazer uma publicação com uma biblioteca mais consolidada, com mais clássicos. Mas por enquanto, essa aí já me deixa pra lá de feliz.

livros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s