A literatura salvou minha vida

Resolvi criar esse post, quase como um desabafo digital. Acho importante nessa altura do projeto revelar o quanto a literatura têm salvado minha vida.

Desde que aprendi a ler me prendi a um mundo de livros. Ler sempre foi uma diversão. E daí derivou também o gosto por escrever. Acho mágico saber transformar sentimentos em palavras. Meu primeiro texto foi escrito aos seis anos. Sentei na cadeira da cozinha na casa da minha avó. O armário era azul, a geladeira também. O piso de um verde escuro desenhado e o azulejo pequeno azul claro. Tinha certa dificuldade ainda, havia aprendido há pouco tempo. Minha mãe quando viu, se encantou. O mesmo aconteceu com minha professora e alfabetizadora.

De lá pra cá não parei. Fiz poesia, fiz pequenos contos. Mas nunca mais mostrei. Tudo o que pude joguei fora, sem dó. Hoje me arrependo, claro. O que valeu foi à experiência.

Conheci então o mundo de Fanfictions, tinha por volta de uns 19 anos e me identifiquei. Passei um tempo nesse mundo e conheci pessoas maravilhosas, que até hoje são minhas amigas. Lá aprendi, sofri, tive uma experiência única. E então cansei de me basear na ideia dos meus ídolos e comecei a escrever originais. Na mesma época entrei na faculdade. Queria letras, claro, mas não consegui e fui pra publicidade, queria ser redatora.

Infelizmente a vida me levou pra outro caminho. Das letras passei aos números, dos textos aos gráficos. E quando vi, já tinha me perdido nesse mundo. Posso dizer que sou bem sucedida em minha profissão, cheguei onde quase ninguém chega em um tempo muito curto. Isso é ótimo, mas me fez entrar em um momento escuro da minha vida.

Percebi que havia deixado de viver, de fazer o que eu gostava. Passava os dias irritada, até chorar eu chorava. Não tinha muita vontade de nada. Infelizmente eu passei a dedicar minha vida ao trabalho. Eu tinha entrado no buraco escuro do desespero.

E foi justo no trabalho que conheci um colega que me disse que fazia oficina de criação literária. Isso deu um salto em meu coração e despertou o meu “dom” pra volta a vida. Resolvi fazer a mesma oficina e descobri em mim mesma esse desejo crescente por escrever. Inclusive, foi dessa oficina que derivou o blog.

Aprendi a viver de novo, tive um incentivo imenso da literatura para isso. Passei a ter outros objetivos, outro foco na vida. Hoje sou uma pessoa diferente, e a literatura que me salvou do mundo obscuro em que eu estava me perdendo.

Ainda estou aprendendo a dividir essas duas funções na minha vida. Mas o esforço têm feito um bem enorme na minha vida. Leio mais, e sinto meu amadurecimento literário, minha evolução como escritora. Hoje sinto a literatura como um foco de felicidade, de alivio, de escape, a literatura me fez sentir a vida.

A literatura tem salvado minha vida de uma maneira incrível, trouxe a luz na minha escuridão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s